9 de set de 2009

Presidente da Areuba diz que problema é da Prefeitura


O presidente da Areuba (Associação de Bares e Restaurantes de Ubatuba), João Bianchi, afirmou que o problema do lixo espalhado todas as manhãs pela rua Guarani é da prefeitura, que não o recolhe. Indagado sobre os sacos de lixo deixados na calçada, contrariando a Lei 1249/93, que obriga os imóveis urbanos a dispor de suportes ou compartimentos para contê-los, de tal forma a impedir ou dificultar o acesso de animais e insetos, ele alegou: "Me roubaram duas lixeiras outro dia!". O empresário suspeita que o lixo seja revirado por mendigos, "que têm passado por aqui". Bianchi ainda contou que já chegou a levar o lixo a bordo de sua perua ao pátio da prefeitura e reiterou que, embora pague a taxa de lixo, a coleta é deficiente. A Lei diz que é responsabilidade do usuário a manutenção do suporte ou compartimento de lixo, bem como o passeio e a via pública em seu entorno, que devem estar em boas condições de higiene e livres de resíduos. Os infratores ficam sujeitos à multa. O problema, segundo Bianchi, é que não há fiscalização. (Regina Teixeira, Mtb 23.909)

8 comentários:

Ana Claudia Rocha Silva disse...

...sao poucas as pessoas que acreditam que nos podemos mudar o mundo...
Ninguem quer mudar o mundo mas, todos querem ganhar dinheiro.
Isso nao se resume so a questao do lixo e nem so aos empresarios da rua Guarani!

Ana Claudia Rocha Silva
moradora de Ubatuba ha 20 anos

Ana Claudia disse...

São poucas as pessoas que acreditam que nós podemos mudar o mundo...
Ninguém quer mudar o mundo, mas todos querem ganhar dinheiro.
Isso não se resume só à questão do lixo e nem só aos empresários da rua Guarani!

Ana Claudia Rocha Silva
Moradora de Ubatuba há 20 anos

Yakis disse...

Bobagem, os restaurantes nem sequer têm lixeiras adequadas!!!
Yakis

Nalva disse...

Olá Regina, estamos todos ligados neste problema, eu, Rui e Lucrécia. Já temos fotos antigas desta sujeira, vou te repassar OK?
Trabalhamos com as cianças do Usina Velha em cima destas imagens degradantes, turismo e lixo não combinam!!!!
Valeu!!! Tamos nessa!!!
Beijos
Nalva-IA

Malu Ramos disse...

Pode parecer bobagem Yakis, mas de alguma maneira estes etabelecimentos têm que ser cobrados a, pelo menos, ensacarem seus dejetos corretamente, de maneira que este lixo não fique mais esparramado pelas ruas. emporcalhando a cidade.
Malu Ramos

Frederico disse...

O lixo da minha casa nunca foi remexido por urubus -- tem lixeira, os resíduos são sempre colocados em sacos adequados (admitindo que sacos plásticos sejam adequados para alguma coisa) e a coleta é regular e bem feita. Na minha rua, onde há moradores que largam saquinhos pelo chão, os lixeiros se dão ao trabalho de recolher o que podem, mesmo após o "trabalho" dos urubus. Então só posso pensar que nada será resolvido enquanto não houver fiscalização do cumprimento da lei. Como tal fiscalização cabe à prefeitura, espero sentado.

Frederico Zimmermann Aranha
Morador há 10 anos em Itaguá.

Anônimo disse...

Que vergonha!!!!Moramos em uma cidade que deveriamos cuidar
com muito amor, relmente lixo e
turismo ñ combinam.
Boa iniciativa Regina.
Andrea Savoi

Anônimo disse...

Precisamos nos preocupar com a nossa cidade se quisermos deixar algo de bom para nossos filhos, antes de dizer que a culpa é do outro vou fazer a minha parte, acho que lixeiras em pontos estratégicos e uma coleta seletiva organizada ajudariam muito, vejam como Ubatuba é linda em: EUAMOUBATUBA1.BLOGSPOT.COM